Os CINCO (5) games/franquias mais perturbadores.

É isso mesmo! Vamos tentar montar um rol dos cinco games mais politicamente incorretos e/ou perturbadores. Ou seja, pegaremos todos aqueles games com as imagens, os objetivos e principalmente, o enredo, mais baixos, imorais, banais e cruéis, e colocaremos tudo aqui para que vocês possam observar, pensar e opinar.

OBSERVAÇÃO: Isso não é uma lista de games de terror, que têm o objetivo de assustar o jogador, como Resident Evil (até o terceiro, pelo menos), Siren ou Fatal Frame. Mas games que, muito mais pelas situações do enredo do que pelas imagens, mexem com o psicológico do jogador. Se bem que, como você não é um imbecil, essa pequena ressalva não é nem necessária, já que você jamais vai confundir terror, fantasmagoria, temáticas mais místicas ou de lendas urbanas ou científicas (contaminações em massa, p. ex.), o típico survivor horrorcom psicose, loucura, insanidade e imoralidade – coisas que são perfeitamente possíveis e que, por vezes, vemos em jornais, exemplos de pessoas malucas matando o que estiver na frente.

Os games não serão colocado em ordem de crueldade, até porque são games tão cruéis que não dá pra medir sem instrumentos precisos hehehe. E seguem abaixo:

POSTAL

Postal, Postal 2... A vida de carteiro não é fácil.

Nesse game, você é um… Carteiro. Que após mais um dia duro de trabalho, assim que chega em casa, fica louco e sai matando todo mundo, de mamando a caducando. Se o game se chamasse “Columbine: The Game”, não seria algo nada estranho, apesar do protagonista ser um carteiro hehe. Esse game foi um escândalo, proibido na Austrália e Nova Zelândia, por sua temática extremamente violenta, sendo praticamente uma ode à banalização da violência.

MANHUNT

Na caixinha, o herói de Manhunt... Herói?

Esse game é horrendo, antiético, imoral, e tudo quanto de ruim, mas só no que se refere ao enredo, porque jogar essa porcaria é realmente legal, mas só se você for maior de 18 anos, viu danadinho. Trata-se de um condenado à morte, que recebe uma proposta do Diretor do Presídio: Faça tudo o que eu mandar até o amanhecer, e você estará livre, e vivo. Em Manhunt 2, o protagonista é uma cobaia humana que tem que escapar do laboratório (em linhas extremamente gerais). Nos dois games, os dois caras saem caçando e sendo caçados, utilizando inúmeros instrumentos para matar pessoas da forma mais diversificada do mundo dos games.

CONDEMNED

Primeiro Condemned... A seqüência é bem pior!

Nesse game, o jogador vai ser atirado dentro de um ambiente insalubre, desagradável e povoado por pessoas malucas que cometem crimes desenfreadamente. O protagonista é um agente da polícia científica especializado em investigação de crimes em série. Em uma investigação de um desses homicídios, acaba sendo acusado de matar dois colegas e sai à caçada de um matador psicótico, para tirar o dele da reta. Em Bloodshot, Ethan acaba virando alcoólatra e sem teto, até que é convidado novamente a integrar a unidade especial…  Ambos games possuem cenas porcas, e vísceras+gentemaluca é o que não faltam. Perturbador.

KILLER 7

Killer 7 é surreal, impressionista e muito louco.

Esse talvez seja o mais maluco desses games. O jogador controla um grupo de assassinos profissionais contratados por uma espécie de ONU para detonar uma organização terrorista que quer acabar com a paz tão duramente alcançada. O problema é que esse grupo de assassinos de aluguel pode ser, na verdade, uma pessoa só, ou não. De qualquer modo, o game é extremamente surreal e muito perturbador (mesmo), principalmente em razão da história bem bolada.

ETERNAL DARKNESS

Um dos poucos games de temática mais adulta para Game Cube, ou adulta demais, nesse caso. Insanidade total.

Por fim, Eternal Darkness, que resolvi colocar no lugar de The Darkness e de GTA. Nesse game, o jogador controla vários personagens no desenrolar de uma história sinistra, sobre um centurião que acabou virando uma espécie de mestre dos mortos, depois de ser eternamente amaldiçoado. O game é assustador, mas ainda mais perturbador. Isso porque nele existe um tal de nível de insanidade, em que quanto mais inimigos o jogador enfrenta, mais estranhos eles ficam, ou mais pirado fica o personagem.

BEM, e é isso. Esses são, na minha opinião, os games mais perturbadores já lançados. Lógico que eu não coloquei GTAF.E.A.R., The Witcher, Dead Space, Silent Hill (apesar de eu ter quase colocado), The Darkness (merecia ter entrado pela total imoralidade, violência e promoção das forças do Inferno), Doom 3, Clock Tower, Nocturne,  ou God Hand (Machista, violento e totalmente à toa hehe… Tudo o que você não pode gostar), mas este último entraria só em um eventual top 15, eu acho, e, juntando todos que citei, um top 15 bem misturado também, com games não só de temática psicótica, mas incluindo os típicos survivor horror… Então, é isso. Esses games são muito estranhos. Coisa do Diabo

6 respostas para Os CINCO (5) games/franquias mais perturbadores.

  1. Guilherme disse:

    O QUE????? Vocês esqueceram de Madworld do Wii? Madworld é muito mais cruel que Manhunt.

    Olha a cena: tu pegas um pneu e prendes os braços do adversário, aí tu arrancas uma placa e crava o poste na cabeça do adversário. Aí tu arrasta ele até uma parede que tem ganchos, agarra o cara e fica atravessando ele no gancho até deixá-lo empalado.

    Outra cena: uma turbina de jato ligada e tu ganhas pontos a cada adversário que jogares na turbina. Se conseguir fazer um combo, tipo agarrar um adversário e usá-lo para jogar diversos adversários de uma vez na turbina, vale mais pontos.

    Um alvo gigantesco é armado e tu recebes um taco de basebal (com um monte de pontas). Aí tu dás uma paulada no adversário para arremessar no alvo. Ganha ponto conforme a numeração do alvo.

    Tu pegas um taco de golfe, derrubas um adversário, pisas nas costas e joga golfe com a cabeça dele.

  2. henriquemessias disse:

    Infelizmente, não tenho Wii, e quem eu conheço que tem, não tem Mad World. Então, como nunca o joguei, não tem como eu colocá-lo nesse rol… Mas, acredito que se o tivesse jogado, com certeza ele estaria na lista.

  3. Guilherme disse:

    Fala para teus amigos darem um jeito de conseguir Madworld. É considerado por muitos como o jogo mais violento que existe. Vale a pena jogar. Detalhe que só matar não dá muito ponto. Rasgar o um adversário ao meio com uma motosserra não vale muito. O que mais dá ponto é torturar.

  4. arenablogamer disse:

    Mad World é o bixo mesmo!

    Até concordo com a listinha do Henrique, jogos bastante intrigantes!

  5. Pato Donald do campo disse:

    Eu queria que fizessem uma sequência de Eternal Darkness… o.o

  6. Cara, manhunt 2 eh realmente doentio, me senti muito mal jogando esse jogo, quase como se estivesse cruzando uma linha que não deveria kkkkk.

    E uma vez, jogando eternal darkness, fiquei enroscado em um cenário, com a barra de sanidade vazia, e fiquei uma hora nesse cenário ouvindo aquele choro de mulher, puts, nesse dia eu fiquei muito mal, me causou um mal estar do caramba!

    Condemned eu soh joguei o comecinho e realmente tem um clima sombrio e perturbador!

    Muito boa a lista, e muito boa a idéia, aprovado com louvor heheheeh

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: