Gráficos: Necessário ou luxo?

8_dead_rising

Tenho notado há um certo tempo (assim como você amigo leitor), uma polêmica muito interessante e que tem rendido debates e mais debates sem fim em fóruns e comunidades relacionadas a games: até que ponto a melhoria gráfica de um console pode influênciar na qualidade real de seus games, na experiência que o jogador terá? Os defensores dos gráficos HD, parecem acreditar que, sem um hardware avançadissímo, é impossível fazer um bom game. Os que pensam de forma contrária, afirmam que é possível fazer games incríveis sem necessitar de um hardware top de linha. Pode-se dizer que ambos estão certos, mas uma coisa não dá para negar: a falta de processamento pode sim, afetar a qualidade de um jogo no tocante a jogabilidade, diminuindo a experiência idealizada pelo autor/produtor do jogo, e portanto, podendo afetar a diversão do usuário final, o jogador, você. Antes que alguém diga: ¨Lá vem um tópico caixista do titio protoss!¨ deixe-me mostrar através de exemplos, que estas não são afirmações levianas! A intenção não é diminuir, como vocês devem estar imaginando, o Nintendo Wii! Não faltam ótimos jogos nele onde os gráficos saltam aos olhos, com uma jogabildiade exemplar, sendo o maior exemplo disso, Mario galaxy, que esbanja belos gráficos, tornando ele uma ótima experiência tanto no visual quanto no gameplay, mais agradável que muito jogo da dupla x360/ps3!

Vamos pegar o primeiro exemplo baseado no poder de processamento bruto:

Em 2005, a Capcom estreou uma franquia nova, exclusiva do x360, chamada Dead Rising. Neste jogo, nosso personagem se vê enfiado em um shopping infestado de mortos vivos. A premissa não é original, já existiram dezenas de games inspirados em filmes de George Romero, mas graças ao poder de processamento do x360, Dead Rising trazia algo que não havia sido visto em nenhum outro jogo de mortos vivos: centenas, um mar de zumbis sedentos de sangue, espalhados pelo cenário, reproduzindo fielmente os melhores filmes do genêro! A quantidade imensa de inimigos na tela, fazia com que o jogador devesse ter o máximo de cuidado para não ser cercado pela horda gosmenta, sob o risco de ser devorado vivo! Esse é o foco principal do jogo, e só foi possível, graças a capacidade bruta do console. Em 2009 o nintendo wii recebeu sua versão de dead rising, mas o jogo sofreu notória adaptação, e a incapacidade do hardware de renderizar centenas de zumbis simplesmente fez com que o port não lembrasse em nada a experiência original!

O segundo exemplo, é em relação aos gráficos em alta resolução. Sabemos que video game não é só jogabilidade (não teria graça nenhuma jogar numa tela toda preta…) assim como, gráficos também não podem salvar um jogo ruim. Mas a ausência de gráficos HD, pode afetar um pouco a jogabilidade. O exemplo aqui será do jogo Call of Duty – World at War. Conheci este jogo na versão pc, e joguei bastante em todo esplêndor de um jogo rodando tudo no máximo a 60 fps com a resolução em 1080p. Apesar disso, não abdiquei de conhecer a versão wii, pois jogar FPS no wiimote é muito massa (mais uma vantagem do avanço tecnologico, desta vez nos controles). Pois bem, claro que, acostumado com os gráficos da versão pc, logo de cara me causou certo desconforto. Mas até ai, tudo bem. Mas não demorou muito, me peguei sofrendo horrores para simplesmente identificar um inimigo a distância, algo que, nunca me ocorreu na versão HD. Inimigos distantes se confundem fácilmente com fogueiras, barris, ou qalquer objeto que tenha uma cor semelhante a do uniforme dos soldados inimigos! Como nem sempre o adversário está correndo de um lado pro outro, constantemente me peguei ¨expremendo¨ os olhos para tentar identificar os adversários! E isso, prejudicou a experiência, me irritando e diminuindo minha precisão de matador! Após isso, concluí: Resolução pode sim, afetar a jogabilidade e sua diversão! Existem ainda outros exemplos, mas acredito que estes dois, ilustrem bem que, não dá pra dizer não a evolução da capacidade gráfica. Ela não só é necessária como pode gerar novas e excitantes maneiras de se jogar video games!

4 respostas para Gráficos: Necessário ou luxo?

  1. Wellington disse:

    a nova tecnologia para os “gráficos” abriram um leque de possibilidades, ninguém pode negar. Sobre o Hardware dos consoles PS3 e 360 podemos citar Inteligência Artificial e Física como melhorias. Porém tem muitos jogos no PS360 em que todo potencial se resume apenas a “luxo”. Street Figther 4 por exemplo!!

  2. Com certeza em Street 4 e muitos outros é apenas luxo, em street 4 aliás, a sensação é que o gameplay piorou, na minha opinião, um jogo quase que ¨desnecessário¨ por completo! Não que eu ache ele ruim, apenas… não era necessário rs (e poderia sim ter um port pro wii, com gráficos piorados mas gameplay intacto! Capcom marcando touca…)

  3. henriquemessias disse:

    A beleza dos games extravasa os limites da potência de rederização de gráficos avançados.

    A exemplo disso, temos Zelda TLP, Super Mario Galaxy e até God of War, que são games cujos gráficos são fracos, mas a arte expressa através deles é tão bela, tão bem acabada, tão agradável que a inferioridade técnica dos hardwares para os quais foram produzidos é superada pelo talento artístico dos desenhistas.

  4. Link disse:

    Não precisa ser um jogo de gráfico potente, tem que ser belo e bem trabalhado como o henriquemessias disse, mas discordo que Zelda TP tenha gráficos ruins, eles são muito bons, lembrando que é um jogo de gamecube, ele recebeu um port de Wii,é da geração passada, o jogo tem um bom gráfico sim, acho que supera todos os jogos de play2 e xbox em gráfico, mas o melhor é que os cenários sao muito lindos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: